Temos uma novidade pra você:

Pessoal.
Estamos com um grupo no watsapp privado, onde só os administradores postam, para enviarmos as novidades e lançamentos de nosso portal.
Se você quiser se manter informado sobre novas séries, discografias, novelas, filmes e muito mais, recomendamos fortimente que você participe!
Não enviamos muitas mensagens em um curto espaço de tempo e nossos envios serão sempre das 8 as 22 horas.
Recomendamos que você adicione um som personalizado para não perder nem uma atualização.

Se você estiver navegando pelo celular, basta clicar neste link para começar a fazer parte do grupo.
Você também pode participar do grupo solicitando a um dos administradores.
Basta enviar uma mensagem solicitando sua participação para os seguintes números:
(83) 9803-5989;
(21) 98363-9908.


Audioteca Cegos Brasil

O cenário é Vila Rica, Minas Gerais, 1798, alguns anos antes da
Inconfidência Mineira. Uma série de poemas satíricos comeà§a a circular
pela cidade, no formato de cartas trocadas entre dois amigos: Critilo,
habitante de Santiago do Chile, e o amigo Doroteu, residente na
Espanha. Esta é a história de Fanfarrão Minésio, governador da
capitania do Chile, narrada por um certo Critilo, que da então colà´nia
escreve ao amigo Doroteu, residente na Espanha. São treze "cartas" em
versos que trazem personagens e fatos de um governo que deve nos
causar repugnância por sua corrupção e crueldade.
Foi justamente pelos efeitos do anti-exemplo de Minésio que um anà´nimo
do Brasil colonial resolveu traduzir o texto em nossa língua, após
obter o manuscrito de certo cavalheiro que por aqui aportou, vindo da
América espanhola. Pelo menos é o que diz o incógnito tradutor no
"Prólogo" e na "Dedicatória" das Cartas chilenas, oferecidas aos
governantes portugueses "para emenda dos mais, que seguem tão
vergonhosas pisadas". Tomás Antônio Gonzaga faz uso de sua forma mais
satírica e debochada de redação para pôr em xeque a mediocridade
administrativa do governador de Minas Gerais, na época,  Luís da Cunha
Meneses. Escritos em versos decassílabos brancos (sem rimas), os
poemas mostram a genialidade do autor e se estabelece como a obra
satírica mais importante do século XVIII no Brasil. Recheados de
críticas ferrenhas contra a mediocridade do governo da época, Cartas
chilenas se mantém atual e também um clássico da literatura
brasileira.

Arquivos


Ordenar por: nome , tamanho , mais recente.
32 itens
Você está na página 1 de 1
1

Formas de contato conosco

Nos contacte via e-mail:
[email protected]
skype:
cegosbrasil
Também estamos no Facebook, curte nossa página e fique por dentro de nossas novidades:
http://facebook.com/cegosbrasil