Arquivos atualizados com forme sua exibição

Isaura nasceu em 1835, na fazenda do comendador Almeida, em Campos dos
Goitacazes, Rio de Janeiro. Ela é filha da bela Juliana, escrava do
comendador, e do feitor da fazenda, Miguel. Juliana morre pouco depois
do parto e Isaura é criada e educada por Gertrudes, mulher do
comendador, que sempre quis ter uma filha. Apesar da excelente educação
e de ter a pele clara, Isaura é escrava do comendador, por ter nascido
filha de sua escrava.

Em 1854, Isaura tem 19 anos e é uma bela casta donzela. Tudo se complica
na vida dela, quando volta para a fazenda o jovem senhor Leôncio, filho
do comendador, que desenvolve uma paixão louca pela linda escrava.
Leôncio é obrigado a se casar por interesse com Malvina, filha do rico
Coronel Sebastião Cunha, mas mesmo assim tenta seduzir Isaura, querendo
que ela seja sua amante. Mas todas as tentativas e propostas de Leôncio
são sempre rechaçadas pela virtuosa Isaura.

Gertrudes tem muita vontade de dar a liberdade à sua querida Isaura, mas
morre antes de conseguir realizar este objetivo. Pouco depois da morte
de Gertrudes, o comendador Almeida também morre. Leôncio queima o
testamento onde ele deixava a alforria para Isaura e torna-se assim o
dono da escrava. A vida de Isaura se transforma num inferno. Leôncio se
torna cada vez mais insistente, e sua paixão secreta pela escrava é
descoberta, primeiro por Henrique, cunhado de Leôncio, que também é
apaixonado por Isaura, e logo depois por Malvina, que não demora muito a
perceber a obsessão de seu marido pela bela escrava.

Em meio a tanto sofrimento, Isaura descobre o amor. Foge com o pai e se
refugia numa chácara perto de São Paulo, onde adota o nome de Elvira, e
vive longe de tudo e todos. Ela conhece o jovem abolicionista Álvaro,
mas tenta de toda forma evitá-lo, porque sabe que é uma escrava
fugitiva. Para piorar, Isaura é descoberta e mandada de volta à fazenda
de Leôncio, que não vai deixar de praticar suas maldades contra a
escrava.

Arquivos

165 itens
Você está na página 1 de 4
1
2
3
4

Novelas

Isaura nasceu em 1835, na fazenda do comendador Almeida, em Campos dos
Goitacazes, Rio de Janeiro. Ela é filha da bela Juliana, escrava do
comendador, e do feitor da fazenda, Miguel. Juliana morre pouco depois
do parto e Isaura é criada e educada por Gertrudes, mulher do
comendador, que sempre quis ter uma filha. Apesar da excelente educação
e de ter a pele clara, Isaura é escrava do comendador, por ter nascido
filha de sua escrava.

Em 1854, Isaura tem 19 anos e é uma bela casta donzela. Tudo se complica
na vida dela, quando volta para a fazenda o jovem senhor Leôncio, filho
do comendador, que desenvolve uma paixão louca pela linda escrava.
Leôncio é obrigado a se casar por interesse com Malvina, filha do rico
Coronel Sebastião Cunha, mas mesmo assim tenta seduzir Isaura, querendo
que ela seja sua amante. Mas todas as tentativas e propostas de Leôncio
são sempre rechaçadas pela virtuosa Isaura.

Gertrudes tem muita vontade de dar a liberdade à sua querida Isaura, mas
morre antes de conseguir realizar este objetivo. Pouco depois da morte
de Gertrudes, o comendador Almeida também morre. Leôncio queima o
testamento onde ele deixava a alforria para Isaura e torna-se assim o
dono da escrava. A vida de Isaura se transforma num inferno. Leôncio se
torna cada vez mais insistente, e sua paixão secreta pela escrava é
descoberta, primeiro por Henrique, cunhado de Leôncio, que também é
apaixonado por Isaura, e logo depois por Malvina, que não demora muito a
perceber a obsessão de seu marido pela bela escrava.

Em meio a tanto sofrimento, Isaura descobre o amor. Foge com o pai e se
refugia numa chácara perto de São Paulo, onde adota o nome de Elvira, e
vive longe de tudo e todos. Ela conhece o jovem abolicionista Álvaro,
mas tenta de toda forma evitá-lo, porque sabe que é uma escrava
fugitiva. Para piorar, Isaura é descoberta e mandada de volta à fazenda
de Leôncio, que não vai deixar de praticar suas maldades contra a
escrava.

Arquivos

165 itens
Você está na página 1 de 4
1
2
3
4

Formas de contato conosco

Nos contacte via e-mail:
contato.cegosbrasil@gmail.com
skype:
cegosbrasil
Também estamos no Facebook, curte nossa página e fique por dentro de nossas novidades:
http://facebook.com/cegosbrasil