Novelas

Monarquistas e republicanos se defrontam em Araruna, pequena cidade do
interior paulista, em 1886, dois anos antes da promulgação da Lei Áurea.
A história de amor de Sinhá Moça, filha do Coronel Ferreira, o Barão de
Araruna e ferrenho escravocrata, com o jovem Dr. Rodolfo, um ativo
abolicionista republicano, ante as dificuldades da campanha para a
abolição dos escravos.
Os dois se conhecem no trem, quando Sinhá Moça, depois de terminar seus
estudos na capital da província, retorna a Araruna. Assim como Rodolfo,
ela tem idéias abolicionistas e critica as atitudes do pai, lutando em
defesa dos negros. Sinhá Moça, junto com Rodolfo e outros
abolicionistas, invadem as senzalas à noite e libertam os negros,
entregando-os às associações abolicionistas, que os orientam no rumo à
liberdade.
Do outro lado da história está Dimas, o menino Rafael, ex-escravo
alforriado e sua obstinada luta para destruir o Barão, seu verdadeiro
pai com uma escrava da fazenda, Maria das Dores. Antes de ser vendido
pelo barão, Rafael foi grande amigo de Sinhá Moça, com quem passou a
infância. Depois de alforriado, adota o nome de Dimas e torna-se o braço
direito do jornalista Augusto, um abolicionista convicto, despertando o
amor em Juliana, neta dele.

Arquivos

140 itens
Você está na página 1 de 3
1
2
3

Formas de contato conosco

Nos contacte via e-mail:
[email protected]
skype:
cegosbrasil
Também estamos no Facebook, curte nossa página e fique por dentro de nossas novidades:
http://facebook.com/cegosbrasil